Para usar com os alunos

Copa do Mundo no Catar: como trabalhar nas aulas de Geografia

A 22ª edição do Mundial de Futebol ocorrerá pela primeira vez no Oriente Médio. Conheça propostas relacionadas à diversidade dos países que vão disputar o Mundial, como a construção de um diário ilustrado da competição nos Anos Iniciais e de um álbum de viagem nos Anos Finais

Ilustração abstrata representando a copa do mundo de 2022 no Catar.
Ilustração: Nathalia Takeyama/NOVA ESCOLA

A menos de um ano para a sua realização, a Copa do Mundo do Catar será um dos eventos mais marcantes de 2022. O Mundial, que estará em sua 22ª edição, será realizado pela primeira vez no Oriente Médio e movimentará as torcidas de 32 países entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro. Embora as seleções ainda não estejam definidas, que tal aproveitar a diversidade dos países da Copa para inspirar as aulas de Geografia nos Anos Iniciais e Anos Finais de Ensino Fundamental?

“Eventos como a Copa do Mundo são momentos importantes para despertar no aluno a curiosidade sobre as diferenças existentes entre os países”, afirma Maria Ediney Ferreira, doutora em Geografia pela Universidade de São Paulo (USP) e especialista do Time de Autores de NOVA ESCOLA.

Entretanto, de acordo com ela, é fundamental considerar que não se trata apenas de uma informação ou um dado repassado ao aluno. “O que o professor vai tratar precisa despertar a reflexão, propiciar e fomentar debates, podendo ser uma excelente oportunidade para discutir temas caros à sociedade hoje, tais como diversidade cultural, de gênero, diferenças sociais e econômicas, questões de cunho ambiental, entre outras”, reforça Maria Ediney. 

Outro fator relevante ao trabalhar eventos como esse é que podem ser um recurso propulsor na leitura de mapas, observação das paisagens, construção de maquetes, entre outras possibilidades que permitem ao professor conduzir os alunos a pensar sobre a localização de objetos e das pessoas no mundo. Permitem, ainda, estabelecer conexões capazes de fazer com que os estudantes reflitam sobre seu lugar de vivência.

De forma geral, para levar o tema para as aulas de Geografia, o professor deve lembrar que, para os Anos Iniciais, a Copa do Mundo pode ser grande aliada na alfabetização cartográfica, de acordo com a especialista.

Ela ressalta que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) propõe o uso das mais diversas linguagens para a realização da alfabetização cartográfica, assim podem ser traçados diferentes itinerários entre os países e o Catar, com abordagens que tratem do clima, da vegetação, hábitos culturais e outros aspectos. Assim, os alunos desenvolvem a percepção e o domínio espacial.

Nos Anos Finais do Fundamental, as habilidades destacam o cenário mundial, de forma que as correlações entre a realidade dos países e as encontradas no Brasil podem ser utilizadas para articular múltiplas escalas de análise, destacando os diferentes processos de transformação espacial. 

“Se considerarmos o momento que estamos vivenciando hoje, quando os países são assolados por novas ondas de contágio da covid-19, a Copa do Mundo pode servir de temática para um debate mais abrangente, onde a Geografia pode lançar luz sobre o trânsito de pessoas no mundo, as redes de interdependência entre países, como no caso das vacinas”, completa a professora. 

Confira a seguir duas propostas de Maria Ediney para levar o assunto para as aulas de Geografia no Ensino Fundamental.

divisória de atividade

Anos Iniciais: Construção de um diário ilustrado da Copa do Mundo

Confira uma proposta da professora Maria Ediney para levar o tema aos alunos do 3º ao 5º ano


Indicado para: Turmas de 3º ao 5º ano

Na BNCC: EF03GE04, EF03GE06, EF04GE10 e EF05GE02


Uma atividade interessante para abordar a Copa é construir um Diário Ilustrado da Copa do Mundo para acompanhar fatos e informações referentes aos países que participarão do Mundial de 2022 no Catar. Além disso, podem ser descritas informações sobre situações e possíveis emoções vivenciadas pelo aluno no decorrer desse evento.

O professor pode sugerir que o aluno realize seus registros por meio de imagens, desenhos ou textos. É possível mobilizar o pensamento espacial do aluno, isto por meio de imagens e informações geográficas que serão dispostas no diário ao longo do evento.

Esse diário poderá trazer inicialmente os países que participarão da Copa do Mundo de 2022, mas à medida que o evento for ocorrendo, o professor pode priorizar as nações que participarão do grupo do Brasil na Copa para trabalhá-las de forma detalhada.

É importante que o professor possa discutir fatos que conduzam as crianças a refletirem sobre as diferenças entre os países, despertando a curiosidade em conhecer de que forma diferentes povos vivem, seus hábitos e costumes. Contudo, é preciso lembrar que, nessa etapa, os alunos devem ser desafiados não apenas a reconhecer as realidades, mas a comparar os mais diversos lugares de vivência, identificando semelhanças e reconhecendo diferenças socioespaciais.

No diário, o aluno também pode descrever como foi vivenciar um dos jogos que o Brasil vai disputar contra outro país na primeira fase da Copa do Mundo. O que sentiu no jogo? Se percebeu algo sobre os aspectos estudados a respeito do país adversário? Após o jogo, o professor poderá retomar as informações sobre cada um dos países de forma a possibilitar que os alunos relatem suas apreensões.

divisória de atividade

Anos Finais: Álbum de viagem à Copa do Mundo do Catar

Confira uma proposta da professora Maria Ediney para levar o tema aos alunos de 8º e 9º anos


Indicado para: Turmas de 8º e 9º ano

Na BNCC: EF08GE20, EF09GE03, EF09GE04 e EF09GE08


1. Pergunte sobre o Mundial. Primeiro realize uma breve sondagem sobre o futebol e a Copa do Mundo. Permita que os alunos se expressem. 

2. Onde fica o Catar? Em seguida apresente o mapa-múndi com a localização do Catar. Busque incluir, ainda, a leitura de representações cartográficas presentes no mapa. Aproveite para destacar fatos curiosos, tais como a temperatura, fator responsável pela mudança da Copa de junho/julho para novembro/dezembro, como Doha, capital do Catar, se modificou após exportação de petróleo e gás natural, esclareça o que esses recursos representam hoje em ambito mundial. Dados sobre renda per capita e a quantidade de estrangeiros e questões voltadas ao consumo de álcool, homossexualidade e religião também podem ser trabalhadas. Aborde diferentes aspectos e, sempre que possível, traga exemplos comparando diferentes contextos sociais, geopolíticos e ambientais, estimulando o entendimento de realidades complexas.

3. Escolha de país da Copa. Peça aos alunos que escolham um dos países e tracem o itinerário até o Catar. Nesta etapa, você poderá retomar assuntos como fusos horários, coordenadas geográficas e outros conceitos geográficos que achar pertinentes. Peça aos alunos que façam uma pesquisa sobre o país escolhido, semelhante ao que você fez sobre o Catar, para preencherem o álbum da turma com imagens, dados e mapas. Oriente os alunos a realizarem a atividade utilizando algum programa de computador ou mesmo folhas de sulfite e um caderno de desenho. O importante é que os registros possam ser feitos à medida que as informações sejam levantadas. 

4. Sistematização. Por fim, esteja atento às escolhas dos alunos para que o debate sobre os países escolhidos possa despertar debates e discussões com as turmas.

divisória de fechamento

Mais sobre esse tema