Para usar com as crianças

Para estimular a leitura na primeira infância

Em João Pessoa (PB), as educadoras Adriana Lopes e Roberta Melo de Carvalho desenvolveram um projeto de introdução e aproximação do Maternal I (crianças bem pequenas) com o mundo da leitura

Crédito: Lila Cruz

QUEM FEZ
Adriana Lopes e Roberta de Carvalho, CREI Arthur Antônio Belarmino Ferreira - João Pessoa (PB)

POR QUE FAZER
Batizado de “Viajando no mundo da Literatura Infantil”, o projeto busca desenvolver a convivência e a familiaridade com os livros e a leitura, de modo a estimular a criação e o registro de histórias. Outro objetivo é incentivar a família a ler com frequência para as crianças. 

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM
- Perceber as possibilidades e os limites de seu corpo nas brincadeiras e interações das quais participa (EI01EO02);
- Demonstrar imagem positiva de si e confiança em sua capacidade para enfrentar dificuldades e desafios (EI02EO02);
- Agir de maneira independente, com confiança em suas capacidades, reconhecendo suas conquistas e limitações (EI03EO02);
- Ampliar as relações interpessoais, desenvolvendo atitudes de participação e cooperação (EI03EO03).

COMO FAZER 
O cantinho da leitura, repleto de diferentes livros, é o local de recepção das crianças e também onde elas selecionam o que vai ser lido ou recontado. As narrativas são socializadas semanalmente com a turma por meio de estratégias como a contação das histórias, recontos, desenhos ou dramatizações que acontecem na Sexta-Feira Literária. Neste dia, os pequenos voltam para casa com uma “sacola literária” – um livro escolhido por elas, lápis de cor e um texto informativo sobre o projeto. Além de ler com os familiares ou responsáveis, meninos e meninas desenham suas percepções sobre a história. Já as famílias devem elaborar um registro escrito sobre esse momento de interação com a criança. Com isso, estreitam-se os laços das famílias com a CREI.  

APRENDIZADOS OBSERVADOS PELA PROFESSORA 
Adriana e Roberta explicam que as histórias infantis têm papel fundamental na formação e no desenvolvimento, pois é a partir delas que as crianças entram em contato com os conhecimentos historicamente acumulados, escrita e oralidade. “Damos às crianças a oportunidade para que se encontrem consigo mesmas pela identificação de seus medos, anseios, sonhos e necessidades vivenciados pelos personagens das histórias”, contam. 

Por isso, compete aos profissionais que atuam nessa faixa etária trabalharem as possibilidades e o incentivo à leitura, propiciando às crianças o gosto e a paixão por essa prática social e o direito de acesso, entendendo que a leitura realizada com prazer desenvolve a imaginação e a escuta, amplia e enriquece o vocabulário envolvendo as múltiplas linguagens.

Mais sobre esse tema

Caixa abrindo

Ideias para se inspirar,
conteúdo para ensinar

  • Expriıências reais de sala de aula;
  • Conteúdos alinhados à BNCC;
  • Metodologias ativas;
  • Textos, vídeos, materiais pedagógicos e moldes;
  • Ideias e relatos de professores como você!
assine por R$19,90