PARA BAIXAR

E-book Mulheres que Ensinam: Conheça Sei Shônagon e seu “Livro do Travesseiro”

Baixe um material que conta a trajetória da escritora dos séculos 10 e 11, cujos relatos cotidianos ricos em humor, referências e delicadeza revelam a vida e os costumes do Japão feudal

Ilustração em homenagem a Sei Shônagon, escritora do século 10 e 11 do japão feudal.
Ilustração: Julia Coppa/NOVA ESCOLA

Um clássico da literatura japonesa, O Livro do Travesseiro não é apenas relevante por seus textos curtos, de apenas uma linha ou pouco mais de três páginas, que relatam com humor e sensibilidade o cotidiano e os costumes da corte imperial japonesa no período feudal. É também uma das primeiras obras literárias escritas por uma mulher que se tem registro.

A autora é Sei Shônagon, nascida provavelmente no ano 966 e cujo nome verdadeiro nem sequer é conhecido. O que se sabe sobre ela é que atuou como servidora na corte da imperatriz Teishi no fim do século 10º. Foi na Ala Feminina do Palácio Imperial onde ela começou a escrever seus textos, que incluem notas, listas, impressões pessoais, eventos cotidianos da corte, regras de bom comportamento em festividades, enfim, tudo o que é permitido no gênero literário japonês conhecido como sôshi (notas esparsas) ou zuihitsu (ao correr do pincel).

Em mais um e-book da série Mulheres que Ensinam, apresentamos a vida e a obra da escritora japonesa, comentadas por Madalena Hashimoto Cordaro, livre-docente em Literatura e Arte japonesa na Universidade de São Paulo e uma das tradutoras de O Livro do Travesseiro para o português. Além disso, listamos obras de autoras asiáticas de diferentes séculos para você ampliar seu repertório sobre o tema.

Baixe o e-book e compartilhe com colegas, alunas e alunos.

BAIXE O EBOOK

Ideias para inspirar, conteúdo para ensinar

Continue lendo conteúdos exclusivos com acesso ilimitado

Assine o Nova Escola Box e veja sugestões de atividades para aulas remotas e presenciais.

Apenas R$15,90 por mês

Já é assinante Nova Escola Box? Faça login aqui!