Para aprender com a prática

Inspire-se: como organizar cantos temáticos

Os cantos temáticos ajudam a flexibilizar a rotina e a estimular a experimentação dos pequenos. Saiba como as educadoras organizam os espaços e as atividades na CEI Manoel Bispo dos Santos

Por Ingrid Yurie

O núcleo de Artes estimula a expressão das crianças em diferentes linguagens e suportes. Foto: Deposit Photos

O CEI Manoel Bispo dos Santos, em São Paulo (SP), possui um parque dentro da escola, com brinquedos fixos, tanque de areia, horta, pomar e áreas livres com gramado. É esse espaço que os professores transformam para que os cantos temáticos aconteçam.

Responsável pelo projeto pedagógico da Grão da Vida, que administra a creche municipal, Vera Christina Figueiredo explica que organizar o local é importante não só para garantir acessibilidade e colocar os materiais à disposição das crianças, mas para informar a elas o que vai acontecer ali e construir um ambiente adequado e agradável. "Isso facilita que elas escolham onde querem estar e o que querem fazer", diz.

Como o CEI Manoel Bispo dos Santos organiza os espaços

1. Para organizar os núcleos, os professores levam em consideração a atividade planejada para o dia e o caráter do canto temático.

2. A arrumação dos cantos temáticos começa cedo, antes das 9 horas da manhã, quando as crianças chegam ao parque. Esse horário se mantém fixo porque envolve a preparação do espaço e as rotinas de cuidado e alimentação das crianças, além de ser um momento do dia em que as condições climáticas costumam ser mais favoráveis. Em compensação, há a flexibilização das escolhas de atividades, participação e tempo de realização.

3. Embora as brincadeiras livres não constituam um núcleo, os professores também estão sempre atentos a oportunidades de complementar a imaginação das crianças com mais recursos. 

Conheça os núcleos temáticos:

Canto do corpo 

O trabalho com o corpo envolve massagem com bolinha e toques sutis com elementos da natureza. Por isso, o espaço é aconchegante, com um pano macio para sentar e deitar, almofadas, colchões e por vezes uma cabana feita de lençóis. 

Canto de histórias 

O canto de histórias é parecido com o do corpo, porque também precisa de conforto. Para incrementá-lo, eventualmente os professores levam fantoches ou encarnam os personagens e apresentam uma pequena peça para as crianças.

Canto de brincadeiras 

Já o núcleo de brincadeiras envolve mais movimentos livres, e não requer tantos objetos. Os instrumentos necessários já estão ali, na voz, na palma das mãos e nas regras combinadas.

Canto de Artes 

O núcleo de Artes usa uma mesa ou o próprio chão, e precisa de acesso fácil a materiais que permitam expressão em diferentes linguagens e suportes. 

Ideias para inspirar, conteúdo para ensinar

Quer ler esse conteúdo? Assine o Nova Escola Box

O Nova Escola Box é um produto digital que auxilia o educador a preparar a sua aula com dicas práticas, materiais de apoio para a sala de aula e textos de formação para os professores da Educação Infantil e do Ensino Fundamental. Toda semana, o assinante recebe uma caixa digital de conteúdo nova e surpreendente.

Já é assinante Nova Escola Box? Faça login aqui!