Apoio:

Para a professora fazer de casa

Como fazer e gravar a leitura de histórias para as crianças acompanharem a distância

Que tipo de texto escolher? O que é preciso para fazer vídeos e áudios com qualidade? Confira o passo a passo para propor uma atividade interessante e com qualidade

A proposta dessa atividade é fazer a leitura de um conto para a turma. Ilustração: Estúdio Kiwi/NOVA ESCOLA

As crianças costumam adorar ouvir histórias e essa é uma atividade que pode ser realizada mesmo a distância, isso se você puder compartilhar com elas a narração do texto em arquivo de áudio ou vídeo. “Essa é uma possibilidade válida não só por ter grande valor pedagógico, como também para manter uma conexão dos alunos com o professor”, diz Miruna Kayano, coordenadora dos anos iniciais do Ensino Fundamental da Escola da Vila, em São Paulo (SP).

“O maior desafio é entender que nessa situação o educador não tem controle do que a criança vai fazer enquanto ouve a história”, afirma Renata Frauendorf, coordenadora de projetos do Instituto Avisa Lá. Pode ser que o aluno fique se movimentando ou interrompam a atividade na metade, mas tudo bem. Nem sempre isso é sinal de que ele não está interessado. Tempos depois, ele pode retomar a atividade. 

Para realizar a proposta, vale escolher histórias curtas e variar os gêneros textuais a cada leitura. Dependendo da faixa etária da turma, também é possível disponibilizar o texto escrito para que os estudantes acompanhem a história. “No momento de decidir entre áudio ou vídeo, o educador pode escolher qual formato o faz se sentir mais confortável e à vontade. Se por um lado, o vídeo tem grande apelo visual, ele é mais desafiador do ponto de vista técnico e da edição. Então, gravar um áudio e disponibilizar as ilustrações que acompanham o texto pode ser mais simples e produtivo”, explica Miruna.

Também é preciso sempre planejar e comunicar aos estudantes a finalidade da leitura, que pode ser aproveitar um momento prazeroso (fruição) e imaginativo, ou disparar uma atividade, como a escrita do nome dos personagens. 

 

PASSO A PASSO

Para essa atividade, selecionamos o texto Casa de Vô, de Beatriz Vichessi. Mas você pode adaptar as orientações abaixo para gravar outras histórias e realizar outras propostas.

1. Prepare-se para gravar o vídeo: Escolha um local silencioso da casa e com fundo neutro. Vale deixar alguns livros por perto, criando um clima de sala de leitura. Posicione o aparelho celular na horizontal, confira o enquadramento para que você fique no centro da tela e em frente a uma fonte de luz. Se possível, use um fone de ouvido com microfone preso à blusa para melhorar a captação de áudio. Analise o resultado antes de enviá-lo para os alunos.

2. Caso prefira gravar um áudio: o ambiente também não deve ter ruídos. Prefira locais com muitos móveis, principalmente de madeira, que absorvem o eco. Se tiver carro, ele é ótimo estúdio quando está com as portas e os vidros fechados. Outra dica para gravar em casa é cobrir a cabeça com uma coberta durante a gravação ou gravar dentro do guarda-roupa. Use o aplicativo WhatsApp para gravar a leitura. Segure o celular a um palmo de distância da face e levemente para o lado, fora da linha da boca, para evitar que ele capte o ar que soltamos naturalmente quando falamos. Não se esqueça de verificar o resultado antes de enviar o arquivo para o grupo.

3. Explique a proposta: Comece a gravação conversando com as crianças e fale em voz alta e de forma articulada para que as palavras possam ser compreendidas com clareza.? Sugira que os alunos escolham um ambiente silencioso e aconchegante, se possível, para conhecerem o conto Casa de Vô. Explique que após a leitura, quem quiser está convidado a escrever um bilhete para os avós ou outra pessoa da família que desejarem, contando do que estão sentindo falta ou o que mais gostam de fazer quando estão juntos com eles.

4. Leia o texto: Conduza a leitura da história como faria na roda em classe, capriche na entonação. Se desejar, inclua no vídeo objetos e fantoches para apoiar a leitura.

5. Converse sobre a história: Como se estivesse junto aos alunos, faça perguntas e observações sobre os personagens e o enredo.

6. Proponha a escrita do bilhete: Convide as crianças a buscarem um pedaço de papel e um lápis para escreverem o bilhete para os avós ou outra pessoa da família.

Mais sobre esse tema

Caixa abrindo

Ideias para se inspirar,
conteúdo para ensinar

  • Expriıências reais de sala de aula;
  • Conteúdos alinhados à BNCC;
  • Metodologias ativas;
  • Textos, vídeos, materiais pedagógicos e moldes;
  • Ideias e relatos de professores como você!
assine por R$19,90