Sugestão de atividade 2

Inspire-se no modelo de rotação por estações para a turma se aprofundar em grandezas e medidas

A estratégia de ensino híbrido, planejada para turmas de 4º e 5º ano e mesclada com o modelo de sala de aula invertida, utiliza os conhecimentos adquiridos no estudo em casa

Na classe, cada estação será dedicada a um tipo de medida, com os instrumentos de medição correspondentes. Ilustração: Estúdio Kiwi/NOVA ESCOLA

Agora que você já sabe como orientar os alunos a fazerem uma pesquisa, em casa, sobre grandezas e medidas, é hora de passar à segunda atividade: organizar uma aula baseada no modelo de rotação por estações para que as crianças, na escola, façam experimentações a partir das informações previamente coletadas (se você não conhece essa estratégia de ensino híbrido, preparamos uma reportagem sobre ela nesta Caixa.

A proposta da professora Kalina Elis Leitão Pereira, da EE Brasílio Machado, em São Paulo, pressupõe um cenário de escolas parcialmente abertas. Porém, como você verá ao fim do passo a passo, é possível adaptar esse planejamento para um contexto cem por cento remoto. Tanto os materiais do aluno quanto o passo a passo foram criados com a colaboração do consultor Fernando Trevisani, professor, especialista em metodologias ativas e coorganizador (com Lilian Bacich e Adolfo Tanzi Neto) do livro Ensino Híbrido: Personalização e tecnologia na educação (Penso, 272 págs., R$ 49).

Para colocar a ideia em prática, você precisará de materiais simples, como instrumentos de medida, garrafas, folhetos de supermercado e quatro cartolinas. Vamos lá?

ATIVIDADE 2: ESTUDO PRESENCIAL DE GRANDEZAS E MEDIDAS POR MEIO DA ROTAÇÃO POR ESTAÇÕES

Aplicando uma estratégia de ensino híbrido para experimentar instrumentos de medição e registrar os aprendizados em cartazes 


Indicado para: Turmas do 4º e 5º ano do Ensino Fundamental 1

Materiais necessários:

- Computador, tablet ou celular com acesso à internet e a plataformas síncronas (como o Google Meet e o Zoom)

- Formulário digital, que pode ser criado no Formulários Google (veja o modelo aqui)

- Conteúdo das pesquisas produzidas pelos alunos, já organizado

- Ficha de observação impressa ou em formato digital (baixe clicando no botão a seguir)

BAIXE A FICHA DE INVESTIGAÇÃO

- Recipientes recicláveis para testar medidas de capacidade (copo plástico, garrafa pet etc.)

- Fita métrica e régua

- Folhetos de supermercado

- Lápis, canetas hidrográficas, tesoura e cola

- Quatro cartolinas para confecção de cartazes

Na BNCC: 

(EF04MA20) Medir e estimar comprimentos (incluindo perímetros), massas e capacidades, utilizando unidades de medida padronizadas mais usuais, valorizando e respeitando a cultura local.

(EF05MA19) Resolver e elaborar problemas envolvendo medidas das grandezas Comprimento, Área, Massa, Tempo, Temperatura e Capacidade, recorrendo a transformações entre as unidades mais usuais em contextos socioculturais.

(EF04MA22) Ler e registrar medidas e intervalos de tempo em horas, minutos e segundos em situações relacionadas ao seu cotidiano, como informar os horários de início e término de realização de uma tarefa e sua duração. 


PASSO A PASSO

1. Preparação prévia: Após receber o registro das pesquisas realizadas pelos alunos na Atividade 1, faça uma análise dos dados que coletaram e do processo que percorreram. Esse estudo pode ser um importante subsídio para seu planejamento, possibilitando personalizar e diferenciar as atividades nos momentos coletivos para atender melhor às necessidades de aprendizagem dos estudantes. Por exemplo: ao verificar que a turma encontrou mais desafios na pesquisa sobre um dos temas, você pode pensar em outras formas de reforçar esse conteúdo. Ou, ainda, os alunos podem ter usado apenas uma fonte para coletar os dados, sendo interessante prever momentos para ensiná-los a usar uma diversidade maior. 

PONTO DE ATENÇÃO: É importante que a sala de aula já esteja organizada com as estações e materiais da atividade antes da chegada dos alunos.

2. Rotação por estações: Em uma aula presencial, organize a sala por temas, fazendo quatro estações, conforme a imagem:

Estúdio Kiwi/NOVA ESCOLA
                                                                                                          Estúdio Kiwi/NOVA ESCOLA

Explique aos alunos que, em grupos, passarão por quatro estações e que em cada estação vão encontrar uma ficha de investigação (disponível para download no início do texto, junto à lista de materiais), uma cartolina e materiais diversos, como embalagens, réguas e fitas métricas. Ao chegar na estação, deverão seguir o passo a passo indicado na ficha e realizar a experiência referente à unidade de medida daquela estação.

Como os alunos ainda estão desenvolvendo sua autonomia, é importante uma orientação mais detalhada do professor em atividades desse tipo, por isso a sugestão da ficha de observação é fundamental. 

PONTO DE ATENÇÃO: Nos modelos de fichas para baixar, trazemos sugestões de questões e experiências que os alunos podem realizar ao chegar na estação. Lembre-se de fazer as alterações que forem necessárias para atingir as expectativas de aprendizagem da sua turma, levando em conta a pesquisa já realizada pelos alunos sobre os temas em questão. 

3. Elaborando um cartaz: Comunique que o registro reflexivo da experiência e as respostas para as questões contidas na ficha deverão ser registrados na cartolina de cada estação, que será dividida em quatro partes, uma para cada grupo. O resultado final será um cartaz com o registro de todos os grupos, que ficará fixado na estação. 

4. Durante o trabalho em grupos: Estabeleça um tempo para os alunos passarem por cada estação. Para defini-lo, considere o tempo de aula que você dispõe, se os alunos estão habituados a trabalhar nesse formato e a complexidade da atividade a ser desenvolvida. Acompanhe a produção dos alunos durante a rotação, mediando esse processo: tenha uma escuta ativa enquanto circula entre os grupos; auxilie, se for necessário, na construção dos registros de observações no cartaz; e tire as dúvidas que surgirem.

PONTO DE ATENÇÃO: Caso os alunos não consigam responder alguma questão da ficha, mesmo com seu apoio, você pode optar por respondê-la durante a socialização, perguntando ao grupo algo relacionado a essa dúvida e pedindo aos alunos para explicarem para a turma. Esse pode ser um bom processo de validação da compreensão dos alunos do grupo sobre um conceito que tinham dúvidas anteriormente.

5. Socialização dos conhecimentos: Organize todos os alunos em uma grande roda e disponha os cartazes na lousa, como mostra a figura abaixo:

Estúdio Kiwi/NOVA ESCOLA

O cartaz de cada tema deverá ser agrupado na lousa e, para cada medida, passe pelas perguntas da ficha de observação que eles responderam durante a rotação. Nesse percurso, construa a teoria juntamente com os alunos, a partir das vivências relatadas por eles, tanto nas pesquisas da atividade anterior quanto na rotação por estações. Peça que as crianças apresentem seus registros reflexivos e sintetizem o que ficou de mais importante, para cada aluno, na construção deste trabalho coletivo. Avise-os que os cartazes ficarão disponíveis no mural da sala de aula, para consulta durante as aulas seguintes. 

6. Avaliação final: Para encerrar a atividade, faça uma avaliação pelo Formulários Google. Esta é uma ferramenta gratuita, disponível a qualquer pessoa que tenha uma conta Google, na qual você pode criar formulários avaliativos com questões objetivas, que lhe fornecerão informações detalhadas em formato  de gráficos e tabelas. Esse modelo avaliativo é muito prático e lhe dará uma visualização rápida das aprendizagens dos alunos. 



Como construir um formulário utilizando o Formulários Google

Passo 1. Acesse o site do Google Forms (google.com/forms/about) e clique em "Ir para o Formulários Google";

Passo 2. Caso necessário, faça login na sua conta do Google ou cadastre-se gratuitamente, clicando em "Criar conta";

Passo 3. Após fazer o seu login, clique sobre o botão "+", no canto inferior direito da página, e vá em "Selecionar modelo";

Passo 4. Escolha um modelo da galeria ou clique em "Em branco" para criar um formulário do zero;

Passo 5. Navegue nas opções disponíveis  e insira suas perguntas.

Se você quiser descobrir tudo o que ferramentas digitais, como o Google Formulários, podem fazer, baixe o e-book Manual das Ferramentas Digitais: 103 dicas para planejar e inovar no ensino remoto ou híbrido, disponível no site de NOVA ESCOLA.


Se quiser, utilize o modelo a seguir, que já está disponível para você copiar, colar e compartilhar com a sua turma: o nome do questionário é Nova Escola Box - Avaliação grandezas e medidas. Atenção: não envie este link para seus alunos! Ele é apenas um modelo. É preciso que você crie o seu, para que possa receber e analisar as respostas de cada um e elaborar gráficos com as aprendizagens da turma. Compartilhe seu formulário pelo celular ou e-mail e estabeleça um prazo para que todos respondam. 

Após o término do prazo de envio das respostas, entre na aba “Respostas” e verifique os gráficos de desempenho dos estudantes. Esse material será sua ferramenta para preparar seu novo planejamento, levando em conta a personalização do ensino desta Unidade Temática, pensando nas necessidades de cada aluno e da turma como um todo. 

Lembre-se de que esse formulário é apenas um modelo, você pode criar a sua avaliação de acordo com seus objetivos e com as necessidades dos alunos. 


ADAPTAÇÃO PARA O ENSINO REMOTO

7. Mural digital: Uma opção para realizar a atividade com os alunos que estão no ensino remoto é utilizar um mural digital. Nesse caso, envie as fichas de observação (disponível para download no início do texto, junto à lista de materiais) para os alunos e oriente que eles deverão responder às questões e realizar os experimentos utilizando cerca de 15 minutos para cada tema. O registro será feito por meio da construção de um mural virtual. 

Sugerimos a utilização do Padlet, ferramenta on-line, gratuita, que permite a criação de um mural ou quadro virtual dinâmico e interativo para registrar, guardar e partilhar conteúdos multimídia.



Como criar um mural no Padlet

Passo 1. Entre no site https://pt-br.padlet.com/dashboard.

Passo 2. Clique em “Inscreva-se”. Com um e-mail e senha de sua criação, já terá acesso gratuito ao conteúdo do site. Para construir seu primeiro “padlet” clique em “+criar um padlet”. 

Passo 3. Em seguida, selecione “Mural”, ou então você pode escolher alguns dos modelos disponíveis.

Passo 4. Para encaminhar aos alunos, clique em “Compartilhar”. Abrirá o link, que você vai copiar e encaminhar aos alunos pelo celular ou por e-mail. Pronto! Seu padlet já estará disponível para qualquer pessoa que tiver o link Contribuir.

Se você quiser descobrir tudo o que ferramentas digitais como o Padlet podem fazer, baixe o e-book Manual das Ferramentas Digitais: 103 dicas para planejar e inovar no ensino remoto ou híbrido, disponível no site de NOVA ESCOLA.


A etapa de socialização pode ser feita em uma aula síncrona, por meio de plataformas como Google Meet e Zoom, e as etapas de preparação prévia e avaliação final podem seguir as mesmas orientações do ensino presencial.

Professora-autora:

Kalina Elis Leitão Pereira, professora da EE Basílio Machado, em São Paulo (SP).

- E-mail: kalinaelis@gmail.com

Consultor:

Fernando Trevisani, professor, consultor educacional em metodologias ativas, coorganizador do livro Ensino Híbrido: Personalização e tecnologia na educação (Penso, 2015).

- Instagram: @fernandomtrevisani
- E-mail: fernando-mt@hotmail.com

Mais sobre esse tema

Caixa abrindo

Ideias para se inspirar,
conteúdo para ensinar

  • Expriıências reais de sala de aula;
  • Conteúdos alinhados à BNCC;
  • Metodologias ativas;
  • Textos, vídeos, materiais pedagógicos e moldes;
  • Ideias e relatos de professores como você!
assine por R$19,90