PARA SABER AINDA MAIS

E-Book Mulheres que Ensinam: Niède Guidon, a arqueóloga que investiga as origens do ser humano na América

Conheça a trajetória da pesquisadora cujos achados no Piauí apontam para uma presença humana mais longeva no Brasil e no continente do que se imaginava

Retrato ilustrado de Niède Guidon sobre fundo com pinturas rupestres nas paredes.
Ilustração: Ana Carolina Oda/NOVA ESCOLA

Niède Guidon tinha o hábito na infância de abrir suas bonecas para ver como eram dentro. Sonhava ser médica, mas a aptidão por descobrir mistérios que nem sempre a vista alcança acabou levando Niède à arqueologia. Por puro capricho do acaso, conta: perdeu o dia da prova do Vestibular de Medicina e acabou cursando História Natural. A ideia inicial era experimentar a área por apenas um ano. Mas acabaram sendo décadas dedicadas ao desbravamento e à preservação de sítios arqueológicos brasileiros, principalmente no Piauí. 

Os achados arqueológicos de Niède no Parque Nacional da Serra da Capivara, que criou e ainda luta por preservar, balançaram as teorias mais tradicionais sobre a origem da presença humana no continente americano. Niède defende que artefatos encontrados no Piauí apontam que, há 50 mil anos, já havia a presença do Homo sapiens em terras brasileiras e americanas, muitos antes dos 15 mil anos estimados em teorias, taiss como a da passagem humana pelo Estreito de Behring. 

Baixe o e-book a seguir e conheça a trajetória de Niède, suas descobertas e hipóteses, além de sua luta para preservar o Parque Nacional da Serra da Capivara.

BAIXE O E-BOOK

Mais sobre esse tema

Caixa abrindo

Ideias para se inspirar,
conteúdo para ensinar

  • Expriıências reais de sala de aula;
  • Conteúdos alinhados à BNCC;
  • Metodologias ativas;
  • Textos, vídeos, materiais pedagógicos e moldes;
  • Ideias e relatos de professores como você!
assine por R$19,90