PARA SUA FORMAÇÃO

Letramento matemático na pandemia: o que ler e estudar?

Com a ajuda do especialista Fernando Barnabé, selecionamos textos, vídeos e conteúdos para você se aprofundar no ensino de Matemática e trabalhá-la da melhor maneira com os alunos no atual contexto

Ilustração abstrata de professor em volta de números gigantes.
Ilustração: Yara Santos/NOVA ESCOLA

Estamos vivendo um momento de incertezas, em que tudo pode mudar rapidamente. Mas, apesar de todas as dificuldades, trata-se também de uma oportunidade para que os professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental se atualizem em relação ao ensino de Matemática, especialmente no contexto remoto, mas também, para se peparar para um futuro retorno às aulas presenciais. 

Segundo Fernando Barnabé, integrante do Time de Autores de NOVA ESCOLA e diretor da rede Trilhas do Saber e da Edu.co Ensino Consultoria, uma das referências mais importantes para os professores continua a ser a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). "Apesar de a Base já ter sido implantada há algum tempo, muitos professores ainda não entenderam qual é o papel de cada uma das unidades temáticas, e como a Matemática está estruturada dentro desse processo. Ter um panorama geral é importante", explica (confira nosso Box especial sobre a BNCC de Matemática). 

Para Barnabé, "o professor precisa trabalhar com a própria formação e precisa investir nela", especialmente agora em que é preciso adaptar as metodologias usadas em sala de aula para um contexto remoto ou híbrido. 

Veja a seguir as recomendações de leituras que o professor pode usar para sua atualização e aperfeiçoamento. 

divisória

"Matemática na BNCC", vídeo com Maria Ignez Diniz

Usar a BNCC como estratégia de reorganização pode ser útil, tanto para aumentar a familiaridade com o documento quanto para repensar e adaptar os conteúdos no contexto da pandemia. Barnabé recomenda o vídeo abaixo, em que a professora Maria Ignez Diniz, diretora do Mathema, explica como a Matemática está organizada na Base. “O vídeo traz um panorama bem interessante e dá uma boa dimensão de quais mudanças no ensino de Matemática estão previstas no documento. Nem todos os professores compreenderam como situar o componente curricular nas unidades temáticas. Uma visão geral, como a que o vídeo dá, pode ajudar.”


"O letramento matemático nos Anos iniciais do Ensino Fundamental"

Publicado na revista Rematec em maio, o artigo de Maria José Costa dos Santos é relativamente recente, de maio de 2020. O artigo mostra que é necessário buscar uma formação que contemple uma visão de ensino, baseada não apenas na verificação de quantas informações o aluno armazena/guarda, mas como o estudante utiliza e dá sentido ao que aprende. “O texto mostra que o professor precisa trabalhar com a própria formação e precisa investir nela", comenta Fernando. “Para isso, é necessária uma metodologia que trabalhe a mudança na postura do professor, visando a um professor mais dinâmico, e um aluno mais participativo.”


"A BNCC e o ensino de Matemática nos anos iniciais", Katia Stocco Smole

Este artigo de Katia Stocco Smole, também diretora do Mathema, aprofunda os pontos ressaltados no vídeo de Maria Ignez Diniz. "Para que o ensino de Matemática tenha sucesso, é essencial que três fatores intervenham ao mesmo tempo: o que ensinar, para quem ensinar e como ensinar", explica o artigo. "E o educador tem a tarefa de selecionar a melhor proposta para sua realidade. Lembre-se de que, depois do professor, as atividades propostas aos alunos são o maior fator de sucesso para que eles aprendam Matemática de qualidade."


"Letramento matemático leva alunos para além dos cálculos"

Para Fernando, esta matéria de NOVA ESCOLA traz apontamentos interessantes relativos à resolução de problemas e ao papel dela no contexto do letramento matemático. O texto mostra que "o sujeito matematicamente letrado usa ideias matemáticas como forma de leitura de mundo". Aos alunos cabe fazer o trabalho de raciocinar e criar hipóteses. A missão do professor é provocar essa reflexão muito mais do que simplesmente apresentar conceitos da disciplina. Desafiar os alunos por meio de projetos é uma estratégia que pode ser útil no contexto remoto. Em vez de "transmitir" o conhecimento, o professor engaja a classe na resolução de problemas.


Curso gratuito "Letramento Matemático na Educação Infantil"

Fernando Barnabé também recomenda este curso gratuito de NOVA ESCOLA, de autoria da pedagoga Ana Flavia Alonço Castanho. "É importante entender qual é a base que os alunos trazem da Educação Infantil no universo matemático. O que eles já sabem, o que experimentam. Porque a Educação Infantil é organizada em campos de experiência, não em habilidades a serem desenvolvidas. O que vem dela? Qual é a relação matemática que as crianças aprendem antes de chegar aos Anos Iniciais?"

divisória de fechamento

Ideias para inspirar, conteúdo para ensinar

Continue lendo conteúdos exclusivos com acesso ilimitado

Assine o Nova Escola Box e veja sugestões de atividades para aulas remotas e presenciais.

Apenas R$15,90 por mês

Já é assinante Nova Escola Box? Faça login aqui!