Para se inspirar

10 filmes brasileiros para assistir em qualquer lugar

Site da Prefeitura de São Paulo disponibiliza gratuitamente e a preços acessíveis produções nacionais

Confira filmes gratuitos ou com preços acessíveis para assistir no conforto do seu lar. Foto: Caronte Design

Por meio da plataforma Spcine Play, é possível ter acesso a filmes clássicos e recentes brasileiros. A seguir, uma seleção com dez títulos para conhecer, relembrar e também assistir com as crianças. Alguns são gratuitos, outros podem ser alugados on-line por preços acessíveis e todos podem ser vistos on-line no computador, tablet ou celular. Basta fazer seu cadastro no site. Conheça algumas sugestões selecionadas pelo Nova Escola Box: 

Infantojuvenis

Médico de Monstro, de Gustavo Teixeira. Bem-humorado, o curta-metragem conta a história de Dudu, menino que sonha em ter uma profissão inusitada: ser médico de monstros.

Marina Não Vai à Praia, de Cássio Pereira. Um grupo de adolescentes no interior de Minas Gerais organiza uma viagem ao litoral. Marina, jovem com síndrome de Down, faz de tudo para se juntar a eles e conhecer o mar.

Documentários

Famílias, de André Bonfim e Paula Saccheta. A série documental dividida em cinco episódios aborda a rotina de grupos de jovens LGBT vindos da periferia de São Paulo.

Cartola - Música para os Olhos, de Hilton Lacerda e Lírio Ferreira. Em um dos documentários mais originais dos últimos anos, os diretores abordam a história de um dos maiores sambistas da história.

Filhos de João, O Admirável Mundo Novo Baiano, de Henrique Dantas. A história de João Gilberto com a bossa nova é muito conhecida, mas o documentário aborda a influência do músico no contexto da banda Os Novos Baianos.

Clássicos

O Passado, de Hector Babenco. Baseado em um romance do escritor argentino Alan Pauls, essa produção internacional do cineasta brasileiro conta a história de dois adolescentes que se casam, ficam juntos por 12 anos e se separam.

Brincando nos Campos do Senhor, de Hector Babenco. Produção entre Brasil e EUA, o filme conta a história de indígenas na Amazônia que são alvo de truculência religiosa e política.

A Hora da Estrela, de Suzana Amaral. Adaptação de um dos principais livros de Clarice Lispector, conta a história de Macabéa, migrante nordestina que tenta recomeçar a vida em São Paulo depois de perder os pais.

São Bernardo, de Leon Hirszman. O clássico de Graciliano Ramos foi adaptado por um dos principais diretores do Cinema Novo, em 1972, e conta a trajetória de Paulo Honório, homem modesto que se transforma em latifundiário.

O Homem Que Virou Suco, de João Batista de Andrade. Um cordelista nordestino chega a São Paulo em busca de novas oportunidades e é confundido com um operário que matou seu patrão.

Mais sobre esse tema

Caixa abrindo

Ideias para se inspirar,
conteúdo para ensinar

  • Expriıências reais de sala de aula;
  • Conteúdos alinhados à BNCC;
  • Metodologias ativas;
  • Textos, vídeos, materiais pedagógicos e moldes;
  • Ideias e relatos de professores como você!
assine por R$19,90