Conteúdo Patrocinado por:

Para usar com as crianças

Alimentação saudável: cozinhando com o Grover

Convidar as crianças a participar do preparo dos alimentos é um incentivo para que elas comam melhor

Ilustração: André Asahida/Sésamo

A curiosidade infantil em torno dos alimentos começa cedo. Ainda na fase das papinhas, os bebês querem não só sentir o sabor, mas principalmente experimentar a textura, ao mesmo tempo em que descobrem o cheiro e a apresentação. Todos os sentidos estão a postos na nova aventura que a hora de comer representa. O desafio para pais, responsáveis e educadores é, conforme as crianças crescem, manter a postura de experimentar sabores novos e garantir a diversidade no prato.

Um caminho possível, nas escolas, é envolver as crianças nos cuidados com a horta – uma oportunidade para elas aprenderem sobre os alimentos, o ciclo de desenvolvimento das plantas e a valorização do meio ambiente. Foi o que fizeram os educadores da EMEB Profª Melânia Fortarel Barbosa, em Jundiaí (SP). E aproveitando as interações proporcionadas pela culinária, eles levam as crianças para a cozinha para que, manipulando juntas os alimentos, elas se tornem mais interessadas e abertas a provar coisas novas - e saudáveis. “As crianças provaram, por exemplo, uma pizza de couve flor, cuja principal matéria-prima tinha sido plantada por elas na horta escolar”, conta a diretora Silmaira Beraldo Sanches Rodrigues. Amassar e abrir os discos de pizza se transformou numa gostosa brincadeira.

Silmaira conta que essas ações foram realizadas após as formações do programa Vamos Brincar!, iniciativa da Sésamo em parceria com o Instituto Avisa Lá e patrocínio da Fundação Femsa. O projeto também sugere outros aspectos da alimentação saudável para trabalhar com as crianças, como a necessidade de colocar cor no prato - com consumo diário de frutas e vegetais variados - e o cuidado com o tamanho das porções, ensinando-as a perceber os sinais do corpo e comer apenas a quantidade necessária. Essas e outras orientações foram reunidas no Guia de Alimentação Saudável do Grover, disponível aqui. E para continuar cultivando esses hábitos nesses meses de escolas fechadas, o Vamos Brincar! tem um material que pode ser enviado às famílias, com sugestões de vivências para promover a boa alimentação (acesse aqui). Abaixo, você confere um passo a passo para  incentivar pais e responsáveis a colocar as mãozinhas das crianças na massa. 

1. A interação com as crianças pode começar com a exibição de um vídeo divertido da Sésamo, em que Grover aprende que pode fazer uma nova receita em casa – e não precisa comprar o alimento pronto no mercado.

2. Depois, pais ou responsáveis podem convidar a criança a ir até a cozinha para auxiliá-los a preparar uma receita. Oriente os pais a já deixarem separados os ingredientes nas medidas e nos cortes que serão usados para agilizar o tempo de preparo  – e também porque as crianças pequenas não devem se envolver na etapa de cortar alimentos. Elas podem lavar os alimentos, misturá-los, bater no liquidificador, peneirar etc. 

3. Durante o preparo, é possível fazer a relação com o que foi visto no vídeo e destacar para a criança como todos aqueles ingredientes juntos viraram outra coisa, com aspecto diferente. Vale ressaltar que aquela é uma transformação criada por ela mesma, com a ajuda do adulto. Se for preciso cortar algo em tiras pequenas ou porções, conte que essa é uma mudança necessária para tornar mais fácil a degustação.

4. Enquanto a receita é construída, também dá para chamar a atenção para as cores, os cheiros e as texturas dos alimentos e dos temperos. O pai ou responsável pode dizer para a criança que, depois de pronto, ela terá o desafio de saborear o prato e perceber a presença de determinado ingrediente no resultado final.

5. Prato pronto, as crianças podem ser estimuladas a servir a mesa, caprichando na apresentação: com toalha, guardanapos, talheres, pratos e copos que ela escolher. Isso vai permitir que a experiência se torne ainda mais agradável, porque ela não só produziu o alimento, como está sendo responsável pela sua apresentação. É uma sensação a mais de autonomia. 

Hidratar também é importante!

Beber água é outro hábito saudável que as crianças precisam desenvolver desde cedo. Baixe aqui uma proposta de atividade para estimular o consumo de água e que pode ser enviada para pais e responsáveis fazerem junto com as crianças.

Este conteúdo é uma produção especial para o patrocinador e não faz parte dos conteúdos jornalísticos de Nova Escola

Caixa abrindo

1 mês de Nova Escola Box gratuito!

No mês de outubro, o 1º mês do Nova Escola Box é grátis! Não perca ao oportunidade de acessar conteúdos teóricos e práticos exclusivos.

Comece com 1 mês grátis

Já é assinante Nova Escola Box? Faça login aqui!