Para saber ainda mais

Streaming + Cinema: filmes e séries que valem a pena assistir

Opções não faltam na hora de escolher o que colocar nas telas neste início de ano. Confira uma seleção de filmes e séries para maratonar, refletir e relaxar

Ilustração de personagens do audiovisual e famosos sobre fundo abstrato.
Ilustração: Laíssa Moreira/NOVA ESCOLA

O que assistir de uma vez só, maratonando ou vendo aos pouquinhos, comentando e trocando impressões com os amigos? Para não esgotar seu catálogo de opções para refletir e relaxar, conheça as dicas garimpadas pela equipe de NOVA ESCOLA e sugeridas por educadores.


Leia também:

Livros e escritores com olhar inclusivo para ler e expandir os horizontes em 2022
Educação Infantil: 5 referências culturais para curtir com crianças e bebês
Música e arte: o que ouvir e apreciar para começar o ano


divisória

Star Trek | Netflix, Prime Video 

Com o streaming, hoje a saga de ficção científica sonhada por Gene Roddenberry na década de 1960 pode ser conhecida por uma nova audiência, ao mesmo tempo que é revista em maratona por antigos fãs. 

Além de aventuras de exploração espacial, planetas distantes e contatos com alienígenas, Star Trek (Jornada nas Estrelas) tem um tom esperançoso, ideal para o momento de pandemia, analisa Kátia Chiaradia, formadora de professores em Língua Portuguesa e doutora em Teoria Literária pela Unicamp. “Tanto Star Trek: Discovery (2019) quanto as antigas [séries] me dão esperança de uma época vindoura em que não haverá desigualdade.” O catálogo é extenso: são 13 filmes e 7 séries, além de animações, como o recente Star Trek Lower Decks (2020). 


Merlí Sapere Aude | HBOmax 

De 2015 a 2018, Merlí mostrou a realidade (e as crises existenciais) vividas no Ensino Médio de uma escola pública de Barcelona. Bem-humorada e profundamente filosófica, a história acompanha os três anos da etapa, bem como a vida de professores e alunos adolescentes e suas famílias. Na sequência de 2019, que conta com duas temporadas, o ex-aluno Pol Rubio agora está na universidade para se formar professor. 


Segunda Chamada | Globoplay

Imagem de divulgação da série Segunda Chamada, do Globoplay.
Crédito: Mauricio Fidalgo/Divulgação Globo

Com duas temporadas, a série de tom realista traz para perto o cotidiano de professores de escolas públicas no Rio de Janeiro de hoje, o que levantou comparações com a série médica Sob Pressão. A obra mostra a mobilização de professores em prol da Educação pública e emociona. 


Sintonia | Netflix

Imagem de divulgação da séria Sintonia, da Netflix.
Crédito: Vanessa Bumbeers/Divulgação Netflix

Com diálogos afiados, a série combina ação, drama e muito funk ostentação como plano de fundo para contar as desventuras de três amigos de origem periférica em São Paulo. Próximos desde crianças, Nando envereda pelo crime e é pai de família, a obstinada Rita busca paz na vida evangélica e Doni é agora cantor profissional na cena de influenciadores digitais. A série não se esquiva de assuntos difíceis, como a violência policial e a desigualdade, ao mesmo tempo que diverte e mostra um retrato diverso da juventude.


Marighella | 2019 - Globoplay 

Após dois anos, o longa chegou aos olhos do público tanto em salas de cinema quanto nos serviços de streaming. Nele, Wagner Moura e Seu Jorge apresentam a trajetória de Carlos Marighella em meio ao turbilhão político da ditadura civil-militar (1964-1989) vivida no Brasil. A produção de época, gravada no Centro Histórico de São Paulo, bebe da fonte da biografia Marighella: O guerrilheiro que incendiou o mundo, do jornalista Mário Magalhães, além de documentos históricos e depoimentos. 



Maid (Criada) | 2021 - Netflix

Imagem de divulgação da série Maid, da Netflix.
Crédito: Ricardo Hubbs/Divulgação Netflix

A história da jovem Alex e da pequena Maddy fez muita gente se emocionar, e teve também o mérito de levantar o engajamento em assuntos como a carga nem tão invisível assim das mães-solo e a dor de relacionamentos abusivos, bem como o mundo da primeira infância e do trabalho doméstico. 

A partir da premissa inicial – que mostra a jovem fugindo de madrugada de casa com a filha pequena –, a série progride rapidamente seguindo a dureza dos empregos informais, dos flashbacks da gravidez não planejada na juventude, a relação com os familiares e da vontade da personagem de escrever sobre suas vivências. A jornada, que é baseada numa história real, retrata personagens cinzentos, sem cair nos estereótipos de antagonistas, e discute assuntos contemporâneos e urgentes.


Duna | 2021 - HBOmax

Fotografia de divulgação do filme Duna, da Warner Bros Picutres e Legendary.
Crédito: Divulgação/Legendary e Warner Bros Pictures

A obra de ficção científica tem ares épicos e produção grandiosa, com estrelas como Zendaya e cenas gravadas em Dubai pelo cineasta canadense Denis Villeneuve (de A Chegada), além dos ecos dos seguidores fiéis dos livros e do longa-metragem original da década de 1980, produzido por David Lynch. O filme é extenso, mas possibilita escapar para o planeta desértico de Arrakis e se divertir com as cenas de batalha e as diferentes sociedades do universo criado por Frank Herbert.

divisória

Mais sobre esse tema

Caixa abrindo

Ideias para se inspirar,
conteúdo para ensinar

  • Expriıências reais de sala de aula;
  • Conteúdos alinhados à BNCC;
  • Metodologias ativas;
  • Textos, vídeos, materiais pedagógicos e moldes;
  • Ideias e relatos de professores como você!
assine por R$19,90