Para se inspirar

Cinco brincadeiras regionais que vão ampliar suas possibilidades

Selecionamos atividades divertidas típicas das cinco regiões brasileiras para você e sua turma curtirem a diversidade do país

Qual a brincadeira favorita das crianças do Centro-Oeste? Será que no Sul e no Norte eles conhecem os mesmos jogos que o pessoal do Sudeste e do Nordeste? A seguir, uma seleção de brincadeiras de todas as regiões para ajudar a despertar a curiosidade da sua turma e mostrar a elas toda a diversidade do país. 

Nordeste – Sete pecados 

Gif: Renata Miwa/Nova Escola

Os alunos escolhem uma pessoa para iniciar. Ela fica no centro da roda, joga a bola para o alto e, ao mesmo tempo, fala o nome de um participante. Enquanto faz isso, os demais correm para o mais longe possível. A pessoa que teve o nome chamado pega a bola e grita “pare!” Todos precisam congelar onde estão. Ela, então, dá sete passos e tenta carimbar (acertar) quem estiver mais perto. Se a criança conseguir segurar a bola, aquela que tentou acertar ganha um pecado. Se ela for acertada, é ela quem ganha o pecado. Sai da brincadeira quem atingir sete pecados. 

Norte – Curupira

Gif: Renata Miwa/Nova Escola

Uma criança vendada fica no centro da roda. As demais perguntam: “O que você perdeu?” O Curupira deve fazer um pedido para as outras, como, por exemplo, “quero um sapato verde”. Se ninguém tiver o sapato pedido, o Curupira tira a venda e corre atrás dos colegas. Quem for pego, vira Curupira na próxima rodada. 

Centro-oeste - Chocolate inglês 

Gif: Renata Miwa/Nova Escola

Em roda, todos de mãos dadas cantam: “Chocolate inglês, tá na boca do freguês. De primeira qualidade, conta 1, 2, 3”. As crianças cantam batendo na mão do colega ao lado. Quando a música termina, quem teve a mão tocada por último precisa pisar no pé do amigo ao lado. Se não conseguir, pisca para alguém da roda discretamente. Quem leva a pisada, sai da roda. 

Sudeste – Amarelinha em caracol

Gif: Renata Miwa/Nova Escola

No chão, desenhe a amarelinha em formato de caracol. A criança pula em um pé só. No centro do caracol, ela coloca os dois pés no chão e volta pulando. 

Sul – Taco

Gif: Renata Miwa/Nova Escola

Formam-se duas turmas, cada uma com um rebatedor e um arremessador. Quem arremessa tenta derrubar a garrafa que está na base do time adversário. Se conseguir derrubar, ganha um ponto. Se o rebatedor defender, quem jogou a bola deve correr para pegá-la e voltar à base do jogo.

Para saber mais

A série de vídeos Brincadeiras Regionais, produzida por NOVA ESCOLA em 2013, fez um passeio pelo Brasil em busca das atividades que animam a garotada em cada canto. Para assistir e conhecer muitas outras brincadeiras, é só clicar aqui.

Mais sobre esse tema

Caixa abrindo

Ideias para se inspirar,
conteúdo para ensinar

  • Expriıências reais de sala de aula;
  • Conteúdos alinhados à BNCC;
  • Metodologias ativas;
  • Textos, vídeos, materiais pedagógicos e moldes;
  • Ideias e relatos de professores como você!
assine por R$19,90