Para usar com as crianças

Passo a passo: aventuras por cenários imaginários

O faz de conta pode se dar em um universo em que a criança cria cada detalhe e constrói seu próprio enredo

Ilustração: Juliana Basile/NOVA ESCOLA

A lua e as estrelas eram a única iluminação. A noite chuvosa era silenciosa. Para sair dali, é preciso chegar ao pequeno barquinho que está encostado na margem do rio. No caminho, um jacaré dorme. E, agora, o que fazer?

É possível levar essa aventura noturna na floresta para dentro de casa. Não seriam necessários muitos materiais: o barco poderia ser uma caixa, o rio um lençol e o animal uma camiseta arrumada para simular um jacaré; a noite iluminada fica por conta das luzes apagadas e apenas uma lâmpada acesa. 

O cenário pode mudar e se transformar em um deserto, uma aventura em alto-mar, um dia na praia ou outros contextos mais próximos da realidade da criança. "A imaginação cria o espaço", afirma Fátima Herculano Marcolino, diretora pedagógica no Instituto Educar São Paulo e autora de planos de aula NOVA ESCOLA. 

Preparamos a sugestão de atividade abaixo com base em um plano de atividade criado pela educadora. Antes de começar, vale destacar que ele pode ser adaptado conforme o cenário criado pelas crianças. Confira:

Indicado para: Crianças bem pequenas e crianças pequenas

Material: Pode variar conforme o que estiver disponível e da cena a ser criada pelas crianças

Espaço: A brincadeira se adapta ao espaço disponível

PASSO A PASSO

1. Convide-as a fazerem um passeio diferente. Aqui é possível variar o destino da viagem e inclusive permitir que as crianças decidam onde querem ir. 

2. Estimule-as a pensar nos detalhes do espaço. Para explicar como funciona a brincadeira, pense em perguntas que as incentivem a criar o cenário. No caso da floresta, por exemplo,  questione como são as árvores; se há um lago e como farão para atravessar, se há uma ponte; quais são os animais que encontram pelo caminho; se está chovendo ou faz calor. 

Ponto de atenção: Os questionamentos não devem conduzir a brincadeira. O passeio imaginário é das crianças, por isso elas são responsáveis por dar os comandos. 

3. Comecem a aventura. Convide-as a imaginar os perigos e desafios do passeio pela floresta. Durante esse processo, é possível colocar questionamentos sobre o que encontram pelo caminho. Enquanto fazem de conta, construa, junto a elas, o espaço. Então, se elas disserem que encontraram um jacaré, procure um elemento que possa representar o animal. Se vão atravessar um rio, uma caixa, um lençol ou um travesseiro podem servir de barco. 

Ponto de atenção: A escolha desses materiais pode ser das crianças. Assim, permita a elas darem o significado para os objetos que serão utilizados. 

4. Envolva-se na brincadeira. Acolha as situações, personagens e elementos que imaginaram - mesmo quando eles não fazem parte do contexto da floresta.  



Diante da pandemia do coronavírus, esse conteúdo está aberto para todos os nossos leitores. Outros temas do Nova Escola Box são exclusivos para assinantes, caso queira ler mais e ainda não tenha uma assinatura, clique no botão abaixo e conheça nossos planos :)

Quero Assinar!

Mais sobre esse tema

Caixa abrindo

Ideias para se inspirar,
conteúdo para ensinar

  • Expriıências reais de sala de aula;
  • Conteúdos alinhados à BNCC;
  • Metodologias ativas;
  • Textos, vídeos, materiais pedagógicos e moldes;
  • Ideias e relatos de professores como você!
assine por R$19,90