Para usar com seus alunos

Sugestão de Atividade: estratégias de cálculo para multiplicação

Com esse passo a passo adaptado para o ensino remoto, os alunos podem desenvolver caminhos para resolver multiplicações de modo mais eficiente

Por Maria Lígia Pagenotto

Atividade proposta pela professora Isabel Cossalter é facilmente adaptável ao ensino remoto. Ilustração: Nathalia Takeyama/NOVA ESCOLA

Aproveitando objetos bem caseiros como a cartela de ovos ou limões a professora Isabel Cossalter elaborou a sugestão de atividade a seguir, cujo objetivo é ampliar as estratégias de cálculo com números de até duas ordens no multiplicador. Destinada aos alunos do 4º ano, a aula foi adaptada para a possibilidade de aplicação remota. É importante, antes de começar o trabalho, que o professor compartilhe o objetivo da aula.

Vale lembrar que também é preciso avaliar se o conteúdo está acordo com a realidade da sua sala de aula. “O docente deve focar nas atividades que sejam mais fáceis de adaptar às condições de acesso dos alunos aos meios digitais”, ressalta Luciana Tenuta. Esse é um dos muitos exemplos de atividade que o professor pode desenvolver após definir quais os conteúdos que considera prioritários. O principal aqui é que o aluno resolva o problema sem usar a conta armada.



ATIVIDADE: ESTRATÉGIAS DE CÁLCULO PARA MULTIPLICAÇÃO

Como propor problemas e organizar a turma para compartilhar soluções


Indicado para: Turmas do 4º ano 

Na BNCC: EF04MA04, EF04MA05 

Materiais: lápis, borracha e caderno. Para atividades on-line, acesso ao WhatsApp, Telegram ou Google Sala de Aula.


PASSO A PASSO

1. Estabeleça diferentes funções para a turma: Essa é uma forma de engajar as crianças na atividade. Você pode montar um slide com as orientações, registrá-las na lousa virtual (caso use uma plataforma que ofereça essa possibilidade), apresentá-las em um pequeno cartaz que os alunos visualizarão através da câmera (lembre-se de usar letras de tamanho grande) ou escrever em uma lousa de papel improvisada na parede. Use a mesma estratégia para registrar as discussões e conclusões da aula.

2. Peça para os alunos resolverem o problema de duas maneiras diferentes: Como não será possível permitir que os alunos escrevam na lousa as formas de resolução do problema, envie um dos problemas propostos para lição de casa. Você pode apresentá-lo em uma videoaula ou enviá-lo por aplicativo de mensagem. Para isso, preparamos uma pasta com todos os arquivos:

BAIXE OS ARQUIVOS

Peça que os alunos resolvam de duas maneiras diferentes. Ao fazer a correção, compare as estratégias apresentadas pelos alunos e use as questões propostas nas orientações das imagens disponíveis na pasta (botão acima) para discuti-las e registrar as conclusões do grupo.

3. Desafie a turma a resolver individualmente o problema sem montar o cálculo: Uma ideia para mobilizar os alunos é estabelecer grupos de trabalho para a correção. Por exemplo: o Grupo 1 apresenta suas estratégias de cálculo e o grupo 2 comenta se as consideram adequadas ou não, justificando a resposta.  Outra sugestão é o Grupo 1 apresentar suas estratégias e o Grupo 2 acrescentar uma resolução que não tenha sido considerada. Se não for possível a participação de todos durante a apresentação das estratégias de cálculo, convide um outro grupo de crianças para ajudar a elaborar a conclusão da turma. Use as sugestões de perguntas que constam nos slides para mediar as discussões e orientar o olhar dos alunos às várias possibilidades de resolução de um mesmo problema envolvendo a multiplicação. Lembre-se de fazer um registro das conclusões.

4. Estimule o pensamento matemático: Você pode pedir para o aluno olhar ao seu redor e pensar em três atividades que precise usar a multiplicação e a divisão em seu cotidiano. As hipóteses podem ser discutidas com as pessoas mais próximas da criança naquele momento, que são os familiares.

5. Faça uma atividade de raio x: A proposta original permanece a mesma: deixar que as crianças, individualmente, encontrem duas formas diferentes de calcular e socializar as soluções e conclusões, estratégia de trabalho fundamental para a sistematização dos conteúdos apresentados.

6. Avalie os alunos: Mesmo diante da impossibilidade de circular pela sala e acompanhar pessoalmente o desempenho das crianças, é importante que você tenha acesso à resolução da atividade de cada aluno, pois pode localizar eventuais falhas de compreensão ou de procedimento e pensar algumas intervenções pedagógicas. Uma possibilidade: pedir que o adulto responsável que estiver acompanhando a criança em casa envie uma foto da tarefa realizada. 



Esta sugestão de atividade foi adaptada do Plano de Aula Estratégias de Cálculo - Multiplicação, criado por Isabel Cossalter, professora-autora do Time de Autores de NOVA ESCOLA. Para conferir o plano original na íntegra, clique aqui.

Ideias para inspirar, conteúdo para ensinar

Quer ler esse conteúdo? Assine o Nova Escola Box

O Nova Escola Box é um produto digital que auxilia o educador a preparar a sua aula com dicas práticas, materiais de apoio para a sala de aula e textos de formação para os professores da Educação Infantil e do Ensino Fundamental. Toda semana, o assinante recebe uma caixa digital de conteúdo nova e surpreendente.

Conheça os planos

Já é assinante Nova Escola Box? Faça login aqui!