Para usar com seus alunos

Sugestão de Atividade: relacione o estudo das células com a pandemia de covid-19

Dirigida para o 6º ano, atividade possível de ser feita a distância conecta tema essencial com o momento em que vivemos

Navegue com os alunos do 6º ano no mundo das células. Ilustração: Nathalia Takeyama/NOVA ESCOLA

A unidade fundamental de todos os seres vivos é a célula. Ok, mas o que isso tem a ver com a pandemia? Ora, tudo! É o que garante Ariclenes de Almeida Mélo Araújo, professor-autor do Time de Autores de NOVA ESCOLA na disciplina de Ciências. Para ele, há forte conexão entre o tema e o momento em que vivemos: uma pandemia causada por agente viral. “Entender o que é uma célula, unidade básica para os seres vivos, é fundamental. Isso faz com que a gente entenda a nossa identidade e nossas limitações: somos vítimas da pandemia”, afirma.   

A forma como os vírus atuam para se reproduzir implica compreensão de vários aspectos da biologia celular. Para ajudar você a preparar uma boa aula sobre o assunto, Ariclenes adaptou o Plano de Aula Célula: a unidade básica do corpo dos seres vivos para ensino remoto. A principal dica de Ariclenes é a organização prévia para que os estudantes se sintam seguros com as plataformas e ferramentas, já que turmas do 6º em geral demandam apoio maior do professor.

ATIVIDADE: ESTUDO DAS CÉLULAS E A PANDEMIA DE COVID-19

O que podemos aprender sobre essas estruturas a partir do contexto atual


Indicado para: Turmas do 6º ano

Materiais: Acesso à internet, a plataformas de webaula (Zoom, Hangouts ou Google Meet, por exemplo) e a algum aplicativo de mensagens em grupo (WhatsApp ou Google Chat), papel sulfite A4 ou similar e materiais diversos para desenho que estejam disponíveis (grafite, lápis de cor, lápis de cera, lápis hidrocor etc.).

Na BNCC: EF06CI05 e EF06CI06


PASSO A PASSO

1. Inicie uma videochamada: 
Marque uma videochamada com a turma na plataforma de webaula adotada e utilize o slide “contexto” para motivar uma breve discussão sobre as características distintas entre os seres vivos. Apresente a questão disparadora e peça aos estudantes que reflitam sobre: como deve ser o corpo do ser vivo mais simples, ao levarmos em consideração as necessidades básicas para sobreviver?

2. Divida os alunos em grupos: 
Os grupos devem ser organizados com 3 a 5 estudantes. Proporcione um meio de comunicação entre os alunos em aplicativos de mensagens. Apresente as orientações propostas no slide “mão na massa” e motive os estudantes a compartilharem as ideias com o grupo. Para que os grupos possam criar o modelo de forma colaborativa, oriente-os a utilizarem o Google Keep. Saiba como utilizá-lo neste link. Mantenha-se disponível para que os alunos possam tirar as dúvidas que por ventura possam surgir durante o processo de produção em grupos. Caso perceba que os estudantes ainda não possuem autonomia para construir um desenho coletivo utilizando o Google Keep, oriente-os a fazerem o desenho individualmente em uma folha de papel. Após terminarem, solicite que compartilhem uma foto do desenho com o grupo.

PONTO DE ATENÇÃO:
É importante que a criação e organização dos grupos de estudantes seja realizada em um momento prévio à atividade em si, uma vez que demanda um tempo considerável. Outro ponto a ser considerado é que os próprios estudantes já estejam inseridos em seus respectivos grupos e cientes da dinâmica de atividade conjunta que a aula vai adotar. Por fim, uma sugestão que pode ser adotada pelo professor é que os grupos formados sejam mantidos para futuras atividades, facilitando, assim, a organização tanto para o professor quanto para os estudantes.

3. Hora da apresentação do que foi produzido: 
Reúna mais uma vez todos os alunos na videochamada e reserve um tempo para que cada grupo compartilhe os desenhos e as ideias que surgiram nas discussões.

PONTO DE ATENÇÃO:
Alguns estudantes podem ficar ansiosos para a apresentação do grupo, ou seja, é preciso haver uma organização estabelecida da sequência de apresentações que vai ocorrer, assim como é importante que essa sequência seja apresentada para os alunos. Dessa forma, será mais fácil que todos tenham atenção durante a apresentação dos demais e consigam respeitar a vez da fala de cada um.

4. Rumo à finalização da aula: 
Siga as orientações propostas no slide “sistematização”, retomando assim a questão disparadora para a conclusão da aula. Após expor os pontos conceituais em torno da temática da aula, questione se há dúvidas e busque auxiliar os estudantes para que tenham o máximo de compreensão sobre o que foi discutido ao longo da aula.

PONTO DE ATENÇÃO:
Esse momento pode ser ideal para relacionar o conteúdo trabalhado com o contexto atual de pandemia devido a um agente viral, afinal, a anatomia e a fisiologia dos vírus são temas bastante relacionados com conceitos de biologia celular e necessidades básicas de sobrevivência dos seres vivos.

Esta sugestão de atividade foi adaptada da sequência didática Célula como unidade viva, com dez planos de aula criados por Ariclenes de Almeida Mélo Araújo, professor-autor do Time de Autores de NOVA ESCOLA, de João Pessoa (PB). Para conferir a sequência na íntegra, clique aqui.

Mais sobre esse tema

Caixa abrindo

Ideias para se inspirar,
conteúdo para ensinar

  • Expriıências reais de sala de aula;
  • Conteúdos alinhados à BNCC;
  • Metodologias ativas;
  • Textos, vídeos, materiais pedagógicos e moldes;
  • Ideias e relatos de professores como você!
assine por R$19,90