Para usar com seus alunos

Sugestão de Atividade: mudanças corporais e Educação Sexual

Saiba como discutir com as turmas do 8º ano as transformações típicas da puberdade na adolescência

Atividade correlaciona a fisiologia do sistema reprodutor com as mudanças pelas quais todos passam na puberdade. Ilustração: Nathalia Takeyama/ Nova Escola

“A adolescência costuma ser julgada de forma pejorativa pela sociedade, quando, na verdade, é um fenômeno social e biológico muito importante”, explica Gabriela Deliberali, professora-autora de Ciências do Time de Autores de NOVA ESCOLA. Segundo a educadora, os estudantes sentem-se acalentados quando acessam informações sobre como e por que seus corpos e mentes estão passando por tantas transformações.

Por isso, ela preparou o plano de aula O que acontece após o encontro dos gametas: fecundação, gravidez e parto, que correlaciona a fisiologia do sistema reprodutor com as mudanças pelas quais todos passam na puberdade. O tema trata da noção e da importância das transformações do corpo na puberdade, o que toca indiretamente na Educação Sexual, assunto necessário no dia a dia escolar, segundo a professora, uma vez que parte de uma prerrogativa de conhecimento e respeito ao próprio corpo e ao corpo do outro. “Com base nela, o estudante pode tomar decisões mais seguras sobre seu corpo e mente e também desenvolver noções de proteção contra qualquer desrespeito ou abuso”, afirma.

Socialmente, questões voltadas para a sexualidade costumam carregar consigo estigmas e certo “peso”, então, para colocar o plano em prática durante o ensino remoto, o primeiro passo é deixar a conversa fluida e livre de quaisquer ideias que remontem a um cenário “pesado” ou punitivo, sugere Gabriela. “Fale com os jovens na primeira pessoa e use o ‘nós’ para que se sintam em um ambiente colaborativo e acolhedor”, recomenda.

ATIVIDADE: MUDANÇAS CORPORAIS E EDUCAÇÃO SEXUAL

Criando um ambiente acolhedor para estudar a fisiologia do sistema reprodutor humano


Indicado para: Turmas do 8º ano

Materiais: Plataforma para videochamadas (Zoom ou Hangout), envio de mensagens por e-mail e WhatsApp, plataforma de edição simultânea (Google Jamboard), plataforma de apresentações interativas (Mentimeter) e material de apoio da atividade (perguntas).

Na BNCC: EF08CI08



PASSO A PASSO

1. Contextualize a turma em uma videochamada: No início da videochamada, proponha a leitura coletiva do texto. Para isso você pode compartilhar sua tela. Em meio à leitura, faça perguntas e interaja com os estudantes. Você pode começar com “Você gosta de animais”, que é o primeiro trecho, e rapidamente seguir para as próximas questões que trarão à tona o assunto central. Gaste mais tempo nas próximas perguntas, como: alguém já conviveu em casa com uma mulher grávida ou até com a gravidez de algum outro animal mamífero? O que puderam observar nesse período? Ouça dois ou três argumentos e então peça atenção adiantando que fará uma pergunta importante.

2. Proponha uma apresentação sobre a questão disparadora: Para coletar as hipóteses sobre a questão disparadora crie uma apresentação interativa com a pergunta “Como as características que surgem no organismo durante a puberdade se relacionam com a capacidade de se reproduzir?” e em seguida envie link para que respondam com suas hipóteses iniciais. Se houver tempo, depois das respostas abra a apresentação criada e mostre-lhes os resultados. Uma boa sugestão é usar o Mentimeter, plataforma que propõe a criação de apresentações interativas com as quais você pode coletar dados. Saiba como usar neste link.

PONTO DE ATENÇÃO: O Mentimeter tem vários tipos de perguntas escolha um modelo dissertativo como “World Cloud” (nuvem de palavras) ou Open Ended (Questão aberta). Quando você envia o link da pergunta, para o estudante aparecerá apenas ela, e no documento de apresentação que você elaborou aparecerão os envios.

3. Divida a turma em grupos: Peça que se organizem em grupos para que componham alguns registros. Informe-os que para isso precisarão de uma via de comunicação, que pode ser um grupo de whatsApp, para que possam discutir a atividade.

4. Apresente a plataforma: No ensino remoto síncrono também é possível realizar atividades em grupo, para isso você precisará de uma plataforma que permita edição online simultânea, nesse caso será adotado o Google Jamboard. Com a tela compartilhada acesse o Google Jamboard e em seguida mostre rapidamente como funciona o plataforma. Mostre como criar e compartilhar um documento para que outras pessoas editem. Em seguida solicite que um dos integrantes do grupo crie o documento e compartilhe com os demais e também com você, professor. Peça que criem três “frames” (páginas no documento) e com um post-it (da plataforma virtual) insiram em cada um deles os títulos “O que acreditamos?”, “O que descobrimos?” e “O que queremos saber?” respectivamente.

PONTO DE ATENÇÃO: Na seção “Materiais e atividades” você encontrará perguntas e materiais de apoio diferentes para 4 grupos, sempre com três perguntas e 2 materiais de apoio. Na atividade principal cada grupo receberá diferentes perguntas, conheça-as e se atente a isso. Você pode replicar os grupos de acordo com a necessidade.

5. Envie as perguntas: Mande apenas as perguntas respectivas para cada grupo por email ou WhatsApp e dê 5 minutos para respondê-las no frame “O que acreditamos?”. Explique-lhes que devem responder segundo a primeira impressão que tem sobre o assunto.

6. Envie o material de apoio: Passado esse tempo envie-lhes o material de apoio respectivo para cada grupo (referente às perguntas) e informe-lhes que terão 15 minutos para acessar o material e responder novamente as perguntas no frame “O que descobrimos?”. Explique-lhes que devem respondê-las com novos elementos que puderam colher no material ao qual tiveram acesso.

7. Peça que elaborem uma pergunta: Em seguida, peça que elaborarem uma pergunta a respeito do que gostariam de saber sobre assunto com o qual tiveram contato na atividade e a registrem-na no frame “O que queremos saber?”, oriente que terão 5 minutos para esse momento.

PONTO DE ATENÇÃO: Enquanto os estudantes realizam a atividade, se possível peça que permaneçam com a chamada conectada, assim você pode continuar interagindo por voz. Enquanto isso, acesse os arquivos dos grupos para acompanhar a produção. Essa interação e participação do professor estimulará o cumprimento da atividade.

8. Peça aos alunos para compartilharem seus registros: De volta à chamada, peça que um integrante de cada grupo ative seu microfone para compartilhar rapidamente sobre os registros que foram feitos na atividade e para contar sobre o que falava o material que analisaram, bem como o que gostariam de aprender. Enquanto falam, compartilhe sua tela e passe pelas produções dos alunos para que os outros estudantes as vejam.

9. Peça que respondam novamente a questão disparadora: Crie uma nova apresentação no Mentimeter com a mesma questão disparadora e envie o novo link para que respondam. Projete as respostas e comente sobre as diferenças das respostas iniciais e finais para a mesma pergunta.

PONTO DE ATENÇÃO: É interessante criar um novo documento para que sejam coletadas apenas as perguntas deste momento, se você enviar o mesmo link elas se misturarão às percepções iniciais e a função de comparação não poderá ser exercida. Você pode duplicar o documento para facilitar o processo, há formas de criar outra pergunta em um mesmo documento, mas se você é iniciante nessa plataforma é mais fácil criar um novo arquivo.

10. Sistematize o conteúdo da aula: Ainda com sua tela compartilhada mostre os slides da sistematização para que você possa explicá-los e discuti-los. Em seguida, sistematize os conteúdos da aula, comentando sobre os aspectos levantados durante o momento de compartilhamento e desfazendo equívocos conceituais que tenha notado. Disponibilize os links dos materiais de apoio de todos os grupos para que possam ter acesso. Posteriormente, caso deseje, você pode propor alguma atividade de registro para ser feito em um momento de estudo autônomo e solicitar que enviem fotos ou preencham um formulário com essas informações.

Esta sugestão de atividade foi adaptada da sequência didática Sexualidade: transformações da puberdade, com dez Planos de Aula criados por Gabriela Aprigia Monteferrante Deliberali, professora-autora do Time de Autores de NOVA ESCOLA, de Sorocaba (SP). Para conferir a sequência na íntegra, clique aqui.

Mais sobre esse tema

Caixa abrindo

Ideias para se inspirar,
conteúdo para ensinar

  • Expriıências reais de sala de aula;
  • Conteúdos alinhados à BNCC;
  • Metodologias ativas;
  • Textos, vídeos, materiais pedagógicos e moldes;
  • Ideias e relatos de professores como você!
assine por R$19,90