Para usar com as crianças

Construindo colares: uma atividade com números e tampinhas de garrafa

A professora Rosilda propôs à turma a confecção de bijuteria para trabalhar com contagem

Proponha que as crianças criem colares utilizando materiais recicláveis para que aprendam as relações entre os números e as quantidades. Foto: Ricardo Lima/NOVA ESCOLA

São múltiplos os caminhos para promover situações nas quais as crianças possam colocar em jogo seus saberes sobre contagem. Uma das opções da professora Rosilda Sousa Ramos Wustemberg, da EMEI Pequeno Príncipe, em Campinas (SP), é a confecção de colares com materiais simples como tampinhas coloridas de garrafas PET e barbante.

A atividade proporciona às crianças compreenderem as relações dos números com suas respectivas quantidades e desenvolver a autonomia e a coordenação motora, ao escolher as cores que vão utilizar e construir algo que poderão levar para casa.

Confira abaixo o passo a passo e inspire-se!

Indicado para: Crianças bem pequenas (a partir de 3 anos) e Crianças pequenas (4 anos a 5 anos e 11 meses) 

Material: Tampinhas de garrafas PET (podem ser substituídas por pedaços de EVA, canudos ou papel-cartão) e barbante (ou cadarços de sapato ou linha de náilon).

Espaço: A proposta pode ser realizada em mesas na própria sala de referência. 

Preparação: Se for utilizar tampinhas, você pode pedir a participação das famílias para coletá-las. Faça antecipadamente os furos no meio de cada uma das tampinhas. Ao optar por EVA ou papel-cartão, recorte vários pedaços em formatos geométricos (quadrados, losangos ou círculos, por exemplo) e faça furos no meio. 

PASSO A PASSO 

1. Comece pela roda de conversa: Convide as crianças a confeccionar um colar. Explique que elas mesmas irão fazê-lo, utilizando tampinhas e barbante. Há duas maneiras de conduzir a definição do número de peças para os colares. Você pode conversar com a turma sobre qual é a quantidade necessária e chegar a um número comum (10, por exemplo) ou estimular que cada uma diga qual a quantidade de peças deseja utilizar. Escolha uma das maneiras e apresente-a para o grupo.

2. Ofereça o material: Peça para cada criança pegar a quantidade de tampinhas necessárias para confeccionar seu colar e levá-las para a mesa onde vai trabalhar. Deixe-as escolherem as cores e observe como farão a contagem. Se necessário, a criança pode utilizar uma folha de papel como apoio para a contagem. Neste caso, sugira que ela faça um desenho (bolinha, risco etc.) para cada peça do colar e coloque uma tampinha em cima do desenho correspondente. Na sala de Rosilda, a turma tem à disposição algumas cartelas prontas para isso (veja foto abaixo).

Professora distribui as cartelas para a confecção do colar. Foto: Ricardo Lima/NOVA ESCOLA

3. Acompanhe a montagem: Com todas as tampinhas necessárias, as crianças começam a confecção dos colares, passando o fio de barbante pelos furos das tampinhas. Elas devem ficar livres para intercalar cores ou não. Nesse momento, é comum que surjam questões como “tem tampinhas demais” ou “está faltando”. Incentive a turma a verificar se a quantidade está correta e faça perguntas que ajudem os pequenos a refletirem (como, por exemplo, “será que esse tanto de tampas é suficiente?”, “Precisamos contá-las novamente? De que forma podemos fazer isso?”). Se a opção foi por cada criança definir a quantidade a ser utilizada, deixe-as tentar montar o colar, mesmo que a escolha tenha sido por um número pequeno ou grande. Durante o processo, elas vão perceber se a quantidade é suficiente ou não. “É importante elas vivenciarem a experiência de tentar e ver se vai dar certo”, diz Rosilda.

CONFIRA O PASSO A PASSO EM FOTOS

Mais sobre esse tema

Caixa abrindo

Ideias para se inspirar,
conteúdo para ensinar

  • Expriıências reais de sala de aula;
  • Conteúdos alinhados à BNCC;
  • Metodologias ativas;
  • Textos, vídeos, materiais pedagógicos e moldes;
  • Ideias e relatos de professores como você!
assine por R$19,90