Para usar com os alunos

Sugestão de atividade: malhas quadriculadas para estudar Arte e Matemática

Confira um passo a passo para trabalhar com linhas, cores, perímetros e áreas.

Crianças fazem releitura do artista Vasarely em malha quadriculada. Fotos: Felipe Portella

O que há de Matemática em uma obra de arte? Muita coisa! Há a proporção, a perspectiva, o uso de figuras geométricas - em pinturas que pertencem a movimentos como o Cubismo e a Op Art (ou Arte Ótica), isso fica ainda mais claro. A professora de Arte Maria Theresa Bologna, na EE Alfredo Paulino, utiliza esses movimentos artísticos para trabalhar uma habilidade prevista pela BNCC de Arte, que propõe que os alunos explorem e reconheçam elementos visuais como cor e linha.

Quer saber como é feito esse trabalho? Vamos lá!

Indicado para: 4º ano e 5º ano
Material: Para os alunos, caderno, régua e lápis de cor (ou canetinhas, se preferir). Para você, prepare lousa, giz colorido e uma régua de lousa.
Habilidades da BNCC
Em Arte: (EF15AR02) Explorar e reconhecer elementos constitutivos das artes visuais (ponto, linha, forma, cor, espaço, movimento etc.)
Em Matemática: (EF04MA21) Medir, comparar e estimar área de figuras planas desenhadas em malha quadriculada, pela contagem dos quadradinhos ou de metades de quadradinho, reconhecendo que duas figuras com formatos diferentes podem ter a mesma medida de área; (EF05MA18) Reconhecer a congruência dos ângulos e a proporcionalidade entre os lados correspondentes de figuras poligonais em situações de ampliação e de redução em malhas quadriculadas e usando tecnologias digitais

IMPORTANTE: O trabalho da professora Maria Theresa com malhas quadriculadas começa no 4º ano e se aprofunda no 5º ano. Portanto, esta atividade pode ser proposta no 4º ano para começar a discussão sobre ampliação e redução - habilidade prevista na unidade temática Geometria da BNCC, ou pode ser uma revisão, no 5º ano, para avançar na ampliação e redução em malhas quadriculadas, como explicaremos ao final desta sugestão. 

PASSO A PASSO

1. Peça que a turma desenhe a malha quadriculada: para facilitar o trabalho, eles farão quadradinhos de 2 x 2 cm, em vez do formato mais comum, de 1 x 1 cm. Para isso, eles devem desenhar um retângulo de 24 x 18 cm. 

Exemplo de malha quadriculada (16x22 cm) construída por aluno. Foto: Felipe Portella

2. Instrua a marcação das medidas: no perímetro do retângulo, as crianças devem marcar os centímetros contando de 2 em 2 a partir do 0. Ou seja, o canto superior da esquerda é o 0. Na horizontal, eles marcam 2, 4, 6, 8 e seguem até chegar ao número 24; e, na vertical, eles marcam 2, 4, 6, 8 e seguem até o 18. 

3. Apresente a Op Art: fale sobre o movimento artístico conhecido pelas obras que causam ilusões de ótica e sensação de tridimensionalidade. Maria Theresa começa conversando sobre o pintor húngaro Victor Vasarely, mas também trabalha com nomes de brasileiros como Luiz Sacilotto e Eduardo Kobra. 

4. Proponha que façam uma releitura de Op Art: selecione uma obra do movimento para que os alunos a reproduzam na sua malha. Para mostrar como começar, faça o desenho na lousa como um modelo. 

Professora Maria Theresa dá exemplo na lousa da releitura proposta. Foto: Felipe Portella

5. Discutam as cores e as linhas do desenho: enquanto a turma cria a sua versão da obra, é possível conversar sobre as cores. Você pode aproveitar para ensinar técnicas como sombreado e demonstrar como o uso das linhas na diagonal pode dar perspectiva ao desenho. 

Alunos podem escolher as cores que utilizarão na releitura. Foto: Felipe Portella

6. Proponha que eles identifiquem as figuras geométricas: depois do desenho pronto, peça que os alunos tentem identificar as figuras e, se for o caso, calculem a área e o perímetro.

Professora Maria Theresa registra o resultado da releitura da aluna. Foto: Felipe Portella

7. Aproveite as malhas para outras atividade: a partir dessa atividade, o recurso pode ser utilizado em outros contextos. Por exemplo: no lugar de desenhar uma obra na malha quadriculada de 2 x 2 cm, é possível oferecer uma malha com quadrados menores de 1 x 1 cm. Nesse ponto, você pode oferecer a malha pronta (baixe o modelo clicando no botão abaixo e imprima quantas cópias forem necessárias), mas é importante que, antes disso, as crianças tenham a oportunidade de construir uma.

BAIXE AQUI A MALHA QUADRICULADA

Para trabalhar com ampliação e redução no 5º ano

Ilustração: Rafa Nunes

1. Apresente um desenho pequeno: escolha um desenho em que todos os elementos sejam formados pelos quadradinhos. Se for um barco, por exemplo, o mastro deve ter a grossura de 1 quadradinho. 

2. Proponha uma ampliação: neste momento, os alunos precisam pensar na proporção e contar quantos quadradinhos precisa pintar para duplicar o desenho. Espera-se que eles notem que, para manter a proporção das figuras, não basta apenas dobrar o número de quadradinhos de um segmento de reta, mas aumentar a figura como um todo. Deixe que a turma faça esse exercício  com figuras diferentes, aumentando a complexidade e o tamanho da ampliação gradativamente. 

3. Faça o oposto: ofereça um desenho grande e peça que as crianças façam a redução.

Mais sobre esse tema

Caixa abrindo

Ideias para se inspirar,
conteúdo para ensinar

  • Expriıências reais de sala de aula;
  • Conteúdos alinhados à BNCC;
  • Metodologias ativas;
  • Textos, vídeos, materiais pedagógicos e moldes;
  • Ideias e relatos de professores como você!
assine por R$19,90