Para usar com as crianças

Na prática: bolas e tubos para explorar Espaços, Tempos, Quantidades, Relações e Transformações

Confira, passo a passo, a proposta de atividade criada pela professora Iara Felix relacionada a esse campo de experiência da BNCC

Além das bolinhas e tubos de papelão, a professora também usou caixas de ovos. Foto: Iara Felix/Acervo Pessoal

Na Educação Infantil, vale a pena trabalhar com todo tipo de material e deixar a curiosidade guiar a investigação dos pequenos. Para trabalhar toda essa potencialidade, a professora Iara Felix desenvolveu uma atividade de exploração no parque infantil da EMEI Octávio Tegão, em São Caetano do Sul (SP). A atividade, feita com materiais acessíveis, pode inspirar um plano para o retorno à escola, depois da pandemia.

ATIVIDADE: INVESTIGAÇÃO E COMPARAÇÃO ENTRE OBJETOS

Como oferecer uma experiência rica com materiais baratos


Indicado para: Crianças pequenas (4 a 5 anos e 11 meses).

Material: Potes de diversos tamanhos, caixas de ovos, pneus, tampinhas de garrafa plástica, cones de linhas, caixas de papelão etc.

Espaço: A atividade foi pensada para ser feita no parque infantil da escola.

Na BNCC:

EI03CG05 - Coordenar suas habilidades manuais no atendimento adequado a seus interesses e necessidades em situações diversas.

EI03ET01 - Estabelecer relações de comparação entre objetos, observando suas propriedades.

EI03ET05 - Classificar objetos e figuras de acordo com suas semelhanças e diferenças.


PASSO A PASSO

1. Arrume os materiais: Antes de iniciar a atividade, é importante conversar com as crianças e explicar o que vai acontecer – deixando claro que materiais estarão disponíveis para exploração. Lembre-se de utilizar apenas objetos que sejam seguros para o manuseio das crianças. Realize a atividade proposta no momento em que os pequenos estiverem no parquinho. Com antecedência, pré-selecione alguns materiais, como potes de diversos tamanhos, cones de linhas, caixas de papelão, caixas de ovos, pneus, tampinhas de garrafa plástica (como na foto abaixo) etc. Note que a lista de materiais não estruturados é bem grande e não precisa ser disponibilizada de uma só vez. Dependendo do número de alunos da turma, é possível usar de quatro a cinco materiais de cada vez e depois ir trocando por outros.

                                                                                                       Foto: Iara Felix/Acervo Pessoal

2. Hora de explorar: Disponha os materiais em diferentes espaços do parque, permitindo a livre exploração e observando a interação das crianças com os objetos.

Foto: Iara Felix/Acervo Pessoal

3. Registre: Repita a atividade ao longo do ano, observando (e, se quiser, registrando) as interações das crianças. Note, com a repetição com intencionalidade da proposta, se o repertório das crianças e seu desenvolvimento avançou.

Passo a passo da atividade desenvolvida pela professora Iara Félix para explorar o Campo de Experiencia na Educação Infantil
Foto: Iara Felix/Acervo Pessoal

Conteúdo publicado originalmente em NOVA ESCOLA BOX no dia 15 de outubro de 2020. O texto foi reeditado e sofreu modificações.

Mais sobre esse tema

Caixa abrindo

Ideias para se inspirar,
conteúdo para ensinar

  • Expriıências reais de sala de aula;
  • Conteúdos alinhados à BNCC;
  • Metodologias ativas;
  • Textos, vídeos, materiais pedagógicos e moldes;
  • Ideias e relatos de professores como você!
assine por R$19,90